Eleições para o Presidente da República - 24/01/2021

eleicoes idosos

Por delegação do Secretário da Comissão Nacional de Eleições a mesma refletiu sobre a situação dos eleitores internados em lares e deliberou transmitir para divulgação junto dos lares o seguinte:
«Mantém-se o direito de sufrágio sem carecer de quarentena ou outras medidas se a sua deslocação até junto da mesa for assegurada de modo a garantir que não são assumidos comportamentos de risco.
Na assembleia de voto, estes eleitores têm prioridade sobre os demais.
Apela-se ainda a que as instituições utilizem a faculdade do voto antecipado em mobilidade para melhor distribuir o esforço de transporte e/ou acompanhamento dos eleitores internados.
Admite-se que as deslocações sejam concertadas por intermédio das juntas de freguesia para coincidirem com momentos de menor afluência.»